Skip navigation

O filme português Transe“, da cineasta Teresa Villaverde, nas salas de cinema desde 5 de Outubro, centra a sua história no percurso de uma jovem mulher, Sónia, que abandona a cidade russa de São Petersburgo e parte à busca de uma vida melhor. Viaja para Alemanha que considera o seu porto de abrigo, mas rapidamente descobre um universo do qual é difícil sair – o do tráfico de mulheres para a exploração sexual – que a leva a atravessar a Europa até chegar a Portugal.
Porque o tráfico humano escraviza anualmente cerca de 500 mil pessoas só no continente europeu, importa debater este problema e esboçar medidas para circunscrevê-lo!
Fica a sugestão e a nota da cineasta:
“”O inferno é um cão a ladrar lá fora”, escreveu Santa Teresa de Ávila. Estamos no início do século XXI e o cão ladra em toda a parte. Não nos livrámos da tortura, da escravatura, do genocídio. A personagem central deste filme vê esse inferno de frente e de muito perto. Penso que não chega a entrar, porque é preciso fazer parte do inferno para estar lá dentro. Ela não faz parte, mas não há saída. Jorge Semprún escreveu a propósito da sua experiência num campo nazi que um dos motores da sobrevivência é a curiosidade. Se não quisermos olhar, as chamas agigantam-se. Vivemos numa época assim, em que nada do que temos está garantido para sempre, em que tudo pode desmoronar. Este filme trata de uma parte que desmoronou”.
Anabela Santos

2 Comments

  1. Es una pena, de verdad, que las salas de cine españolas sólo se dediquen a un cine americano banal y estúpido, mientras desprecian el cine europeo más interesante. Si quieres ver algo interesante en este sentido, hay que irse a Madrid o Barcelona, o esperar que salga en vídeo y que algún centro, como la FNAC o algo así, se digne traerlo. Me da mucha gana de ver esa película, pero puedo tardar un año en conseguirla.

  2. ver este filme provocou-me uma espécie de náusea, de sufoco interior, mas no corpo também.
    passados meses vi-a na rua e o filme todo voltou subitamente. e pensei como era possível a “Sónia” estar a sorrir…
    para mim, a Ana Moreira é uma das melhores actrizes que há em Portugal.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: