Skip navigation

Um blogger de nacionalidade egípcia, Karim Amer, foi condenado, quinta-feira, a quatro anos de prisão por criticar as autoridades religiosas de Al Azhar, o presidente Hosti Mubarak e o Islão.

Karim Amer foi acusado de disseminar informações que destabilizam a ordem pública e desprestigiam o país, fomentar o ódio ao Islão e denegrir o presidente da República.

A Amnistia Internacional (AI), organização que actua em defesa dos Direitos Humanos, designadamente da Liberdade de Expressão, exigiu a libertação imediata e sem contrapartidas de Amer.

“A imposição desta pena é outro insulto à liberdade de expressão no Egipto”, afirmou a directora adjunta do Programa para o Médio Oriente e Norte de Africa da AI, Hassiba Hadj Sahraoui.

Sahraoui acrescentou que “as autoridades egípcias devem rever a legislação que, violando as normas internacionais, prevê penas de prisão por actos que não constituem mais do que uma forma de exercer pacificamente o direito à liberdade de expressão, pensamento, consciência e religião”.

Anabela Santos
AnabelaMoreiraSantos@sapo.pt

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: