Skip navigation

Dizem que é uma espécie de celebração da beleza feminina, um “templo do nu” onde doze majestosas mulheres exibem os seus corpos desnudos, num ambiente de “elegância e erotismo estético”.E eu questiono: como se faz a apologia da beleza da mulher através da coisificação do seu corpo? Não se faz simplesmente. O espectáculo Crazy Horse do cabaret parisiense não exalta nada nem ninguém; recorre à nudez feminina porque permite obter lucros avultados.

O ‘nu feminino’, e não a ‘nudez poética’ como lhes apraz designar, desperta a curiosidade da maioria e, por isso, vende. O que me exaspera fundamente é o facto de colmatarem interesses meramente económicos com os rótulos de exaltação da beleza feminina e de ‘erotismo meigo’.
Lamentável!
Anabela Santos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: