Skip navigation

No último dia 15, a Greenpeace do Japão denunciou um tráfico de carne de baleia no mercado japonês. Alegando ser bagagens pessoais, a tripulação do navio da frota japonesa Nishin Maru transportava 23 kilos de carne. O valor de mercado dessas peças podia chegar a 3000 dólares.

O tráfico não era novo, e estes transportes ilegais se destinavam ao mercado negro e alimentavam restaurantes japoneses. A polémica suscita várias questões, nomeadamente a nível sanitário, assim estes transportes estão isentos de qualquer controle sanitário. Algumas caixas continham, aliás, carne de baleias que possuía tumores.

De recordar que desde 1986, existe uma norma para impedir a caça à baleia para fins comerciais. O Japão continua, no entanto à caça, sob pretextos de ser para “ fins científicos”. Esta questão vem relançar a controvérsia e a pouca fiabilidade desta justificação. 

A Greenpeace continua as suas acções e no terreno tenta impedir o ataque a esta espécie protegida.

Sylvie Silva Oliveira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: