Skip navigation

“Ela viveram a humilhação de não serem homens, de usar o véu, esta prisão ambulante como um estigma , como a estrela amarela da condição feminina”.
Chahdortt Djavann “ Bas les voiles”

 

“ Parem de julgar, desliguem a televisão, e vamos iniciar o diálogo”.
Ismahane Chouder, Malika Latrèche

 

 A questão do uso do véu levanta as mais fervorosas opiniões e cria a discórdia entre todas as partes interessadas. Se para uns refere-se a um debate político para outros levanta questões religiosas, para outros ainda engloba a temática dos direitos da mulher.

O véu apresenta-se para muitos como um sinal de submissão e opressão para a mulher, n’ outra perspectiva é precisamente o contrário. O véu quase se apresenta como uma “ nova moda”, onde muitas mulheres acreditam ser uma forma de liberdade, um direito, um marco da sua identidade.

A autora Chahdortt Djavann no seu manifesto “ Bas les voiles” questiona que o véu seja simplesmente para as mulheres e não para os homens. Assim a autora pergunta se aquilo que escondemos não é aquilo de que temos vergonha.
A mulher “ … é o objecto potencial do delito …. O objecto potencial da violação, do pecado, do incesto e mesmo do roubo porque os homens podem lhes roubar a sua vergonha num simples olhar …. Uma rapariga é uma ameaça permanente para os dogmas e a moral islâmica”.                                                              Chahdortt Djavann que viveu dez anos por detrás do véu acredita que é muito mais do que um símbolo religioso e que difere muito d’outros símbolos como uma cruz por exemplo. Para ela enfatiza a “ separação radical entre o espaço feminino e o masculino”.                                                                                      

 Assim na sua perspectiva o que define a honra dos Muçulmanos pai, marido e irmão depende do grau de vergonha e pudor da mulher. Nesta óptica a polémica do véu abrange questões mais amplas do que a própria laicidade à qual é muitas vezes associada. A proibição do uso do véu seria “ em nome dos direitos do homem e em nome da protecção de menores”.

Este ano uma compilação de vários textos deu voz a quarenta e cinco mulheres que usam o véu em França. As entrevistas realizadas por Ismahane Chouder, Malika Latrèche et Pierre Tevanian pretendem mostrar o outro lado da questão.
Ao longo dos vários testemunhos fica patente uma ideia: essas mulheres não são vítimas. Elas escolherem o uso do véu, e querem ser respeitadas e tratadas como qualquer outra mulher. A obrigação de retirar o véu na escola seria nesta perspectiva uma violência, uma discriminação. As autoras interpelam afirmando: «  parem de julgar, desliguem a televisão, e vamos iniciar o diálogo”.

Um dos argumentos para o uso do véu nas escolas teve muito a ver com a «  respeitabilidade » e a “discrição”. Face a mulher objecto apresentada nos médias, com preconceitos associados como “ a mulher fácil”, aparece a mulher do véu que contrasta com esta imagem apresentada.
A proibição do véu é muitas apontadas também como uma forma de discriminação e de racismo face aos Muçulmanos. Outra das tendências apontadas nos médias franceses é o efeito de moda, assim para algumas raparigas o véu aparece como um objecto que as diferencia. Assim corresponderia mais a uma crise de identidade do que propriamente ligado a um crença religiosa.

Marca de identidade ou de opressão? Forma de diferenciação ou de exclusão? Luta pelo um direito humano ou racismo? Forma de emancipação da mulher ou de submissão?

Tantas questões que prometem alimentar o debate sobre o uso do véu.

Sylvie Silva Oliveira

2 Comments

  1. É, de facto uma questão difícil. Marca de identidade ou de opressão? Ou de ambas?

  2. Se sempre inclinei mais para a perspectiva da opressao, nunca podemos esquecer de tentar perceber o problema nos seus vários lados.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: