Skip navigation

pieta

Ela mede o fogo

Pela alma

 

Faz uma trança de riso

Em vez de lágrima

 

Tece o amor que tem

Até aos outros

 

Troca o espírito e a paz

Pela coragem

 

Ela teima na esperança

E volta ainda

 

Retoma o fio de prumo

Com que traça

 

A linha da vida

Que assume

 

Dispondo do avesso

Até à face

 

Ela propõe e repõe

O seu destino

 

Vai mais longe

Naquilo que disfarça

 

Ela ousa o coração

E reafirma

 

Bordando o arco-íris

Do que é frágil

 

(“Retrato”, Maria Teresa Horta)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: