Skip navigation

Category Archives: Discriminação salarial

 

O acordo a que chegaram o Sindicato dos Corticeiros e a associação patronal do sector – APCor – para eliminar em oito anos a diferença salarial entre homens e mulheres no desempenho de tarefas semelhantes motivou uma saudação pública do núcleo de Santa Maria da Feira do Movimento Democrático das Mulheres (MDM).

Esta organização saúda a “luta e a vitória marcante” dos trabalhadores que, “com a sua persistência, conseguiram fazer com que a APCor… assinasse o compromisso de acabar com a vergonhosa discriminação salarial em função do sexo”. No entanto, avisa que o compromisso agora estabelecido “não poderá servir de instrumento para que os patrões baixem o salário de todos os trabalhadores”.

O MDM fala num recuo dos patrões e considera que a “conquista” das mulheres que “recebiam menos de 97 euros do que os homens”, “é ainda mais importante” perante a “inoperância da própria Autoridade para as Condições do Trabalho”.

Valorizando o papel desenvolvido pelo Sindicato dos Operários Corticeiros na luta pelo fim das desigualdades entre mulheres e homens no mundo do trabalho, esta estrutura põe em evidência a importância da continuidade da luta, num contexto em que se discutem alterações ao Código do Trabalho, em que “o Governo propõe aumentar o horário diário sem direito ao pagamento das horas extraordinárias, facilitar os despedimentos, institucionalizar a precariedade, com consequências na vida das mulheres trabalhadoras, impedindo-as de articular a vida profissional com a vida familiar”.

Pode ver-se a notícia original AQUI (jornal regional)!

Anúncios